Powered by Bravenet Bravenet Blog

WebMaster

journal photo

Subscribe to Journal

Sunday, May 31st 2009

6:08 PM

Álvaro Gomes da Silva

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
P'ra esta cabeça no ar
Só com barriga, sem peito
Outros versos tive de arranjar
Pois perdeu os que eu já tinha feito

E agora para castigo
deste trabalho a dobrar
Desculpa.me, gordo, amigo
Mas a casaca vou cortar.

É gordo como um jambone
Está a tentar emagrecer
Impossível.Vem a fome
E passa o dia a comer.

Sei que ao leres estes versos
Vais ficar cheio de Ira
Mas tem calma que o que eu disse
É quase tudo mentira.
É adepto do Brasil
E dos lados do Cuanhama
é mais dos reis do funil
E um dos príncipes da cama.

Estou-te agora a desejar
Uma engraçada cachopa
Mas que saiba cozinhar
Bons pratos de tapioca.

Do teu amigo ALMEIDA «MICKEY»


É com tristeza
Que esta Escola vais deixar
É como se te sentasses a uma mesa
E logo mandassem levantar.

Comes como uma baleia
Bebes que nem um tubarão
P'ra ti só uma travessa e meia
E com vinho....só um jarrão.

passa o dia a dormir
Este grande preguiçoso
Mas põe-se logo a grunhir
Mal toca para o almoço.

Em Breve serás Regente
E de nós te esquecerás
E só verás naturalmente
Vinho e não agua-rás.

É com tristeza que nos deixa
Este nosso grande amigo
Mil felicidades lhe deseja
Este seu jovem amigo.

Com um abraço ao meu amigo
«Frei tapioca»
M. MORAIS «BIBERON»


É a única caricatura
Que é cursada em gordura
Daí a denominação
De »Ministro da alimentação».

Ele bateu o recorde
13 Kg num semestre
Há alguém que o não recorde
Na arte d'engordar ,é mestre.

Um armário de portão entreaberto
Uma lata de leite a descoberto
Uma gaveta só para dispensa
Ei-lo prevenido para o tempo de carência.

Quando ele cá chegou
Vinha chupado e magrinho
Agora que já terminou
Ei-lo redondo e gordinho.

Ele era bom na pelota
Até foi à selecção
Agora só arreia bota
Por causa da alimentação.

Correu até um boato
Que foi no campeonato
Ignóbil desacato
Foi chutado por engano.

Houve tempo, coleccionava selos
E tinha-os muitos e belos
E depois do tempo correr
Coleccionava receitas p'ra emagrecer.

Sonhador do samba e do Brasil
Que dizes ser teu torrão Natal
É onde irás passar o Carnaval
E gastar alguma notas de mil.

Também diz que foi gaúcho
Das pampas, corredor, conhecedor
Sabendo bem dominar a rez
Muito célebre em seu meio O Gomez
Mas impossível. Vaqueiro tão esforçador
Como possui tão desmesurado bucho!

E agora adeus caro amigo
Perdoa esta prosa gozada
Não te zangues comigo
Na hora da abalada.

Te desejo felicidades
Na vida profissional
Vida longa, sorte, saúde
E boa vida conjugal.

Com um abraço deste teu grande amigo VILELA «TETO»

 

 

 

 

 

 

 

 

0 Comentários.

There are no comments to this entry.

Post New Comment

No Smilies More Smilies »