Powered by Bravenet Bravenet Blog

WebMaster

journal photo

Subscribe to Journal

Sunday, June 7th 2009

7:53 AM

Paulo Fernando Gonçalves Ribeiro Vaz

Quem vê, vê algo
e, eu à distância galgo
e vejo, vejo uma criança
imberbe, com seus calções,
na choramingança
das infantis recordações.

Que recordas criança?!
Tua velha andança
tua vida alegre e boa
na terra de Nova Lisboa!?

Deixa qu'o tempo calendário
fará esquecer teu rosário
e, apagar-se-ão tuas recordações
como s'apagam quimeras ilusões.

Esquece as aulas da Mãe
e estuda, sê homem, nesta
Ingrícola de Santarém.

Quanto tempo lá vai?!

Cortina do tempo que cai,
rígida , imperdoável,
qu'o pensamento esvai
e o choro, o grito,
o grito lamentável,
deixa um leve mito.
Mito que se esmorece
como deleitosa prece.
Como esmorece a ilusão,
o grito, a lamentação,
o riso, a lembrança,
o choro dessa criança.

«Mito que tomba morto,
onde tombar nosso corpo.»

Teu cunhado muito amigo SALAZAR


Terminas! Mas que estopada
(Que talvez não tenha sido)
pois após a caminhada
tens um curso bem merecido.

Só me resta desejar
que a vida te saiba dar
saúde, amor, dinheiro
felicidades em par.

Um abraço da mana amiga CARMEN


Para quê recordar
Aqueles belos tempos
Que juntos passámos
Em franca camaradagem?
Sim!
Para quê recordar
Aquela amizade
Alicerçada com o tempo:
Amizade essa que jamais
deixará de imperar
Em nossos saudosos corações?
Sim!
Agora terminas teu curso.
Nova vida se te impõe;
Não esmoreças
Aprende a vencer
E eu sorrirei.

Com um saudoso abraço do
sempre amigo CÉSAR REIS


Nesta hora de abalada
Que a ganga vai ser rasgada
Te dedico camarada
Esta pobre versalhada.

Pesos, halteres,
Carteira recheada,
Vinho, mulheres
Vida bem gozada.

Que uma esposa engraçada
Te dê felicidades mil
A carteira recheada
Com muitas notas de mil.

Do amigo sincero MICKEY



Tudo é um mar de rosas
quando se é estudante.
Problemas?
resolvem-se tão facilmente
num instante
Pontos escritos,
Chamadas,
positivas,
negativas,
touros,
garraiadas,
exames!...exames!...
Quem me dera terminar.
Não quero lembrar o Arfanfas
nem tão pouco estudar.
Anseio vida nova
trabalhar...trabalhar...

Um abraço e votos de inúmeras felicidades do colega e amigo MELO E SANTOS



E tudo o tempo levou;
Sete anos se passaram,
Agora sim!!
Sr. Regente,
À meta chegou.
Porém
Ah! não pares
Segue,
Segue
Até encontrares
Aquilo que desejares.

Amigo!!
Que nunca apagues
na tua mente,
Aqueles mandamentos;
Os mandamentos do Regente.
Adeus;
Segue o teu destino
Aquele que é Divino.

ANTÓNIO CEBOLA


Acabaste o curso desejado
Amigo e colega »Bisnagão»
Por tanto teres lutado
Tens direito a um garrafão.

Vida nova tens à frente
E muito para lutar
Talvez outro curso em mente
Para continuares a cabular.

Este Tchivinguiro que vais deixar
Recordarás sempre com alegria
Coragem e continua a estudar
São os votos do SOUSA e FARIA.








 
0 Comentários.

There are no comments to this entry.

Post New Comment

No Smilies More Smilies »