Powered by Bravenet Bravenet Blog

WebMaster

journal photo

Subscribe to Journal

Wednesday, June 10th 2009

1:10 PM

António Pereira Gomes « Estarola»

 


AOS MEUS

Meu Deus, porquê ?...porquê ?
Porque levaste o meu Pai
quando enfim a vida sorria,
quando a alegria de viver surgia?...

E p'ra Tua fúria não bastou
Pois Teu Poder o meu irmão à vida tirou !...
Não haverá quem Te tenha ofendido ainda (mais?

Porquê então
O meu pai e o meu irmão ?

Meu Deus, por caridade
Dai-lhes um lugar a Vosso lado.
Perdoa-me a descrença que me teve obsecado
e... faça-se a Vossa Vontade!

Rogo-vos, Deus também:
-Conservai a minha mãe.

..........................................................................


Há três anos nesta Escola
Deu-se um caso interessante
Veio p'ra cá um Estarola
A sofrer muito da bola
Pensou que era bom estudante.

O pensamento avançou
Nesta espécie de demente
Em mania se tornou
A dar cartinhas à gente.

Muito antes de ser formado
O cabecinha dos tolos,
Conseguiu ser contratado
Ficou Regente afamado
No que diz respeito a solos.

Nada mais tenho a dizer
Nestes versos pé-quebrado
É preciso é não esquecer
Que deverás sempre ter
O parafuso apertado.

o teu sincero amigo CARLOS DE ALMEIDA «Mickey»



Vocês vão-se admirar
Daquilo que vou contar:
Passou-se numa tourada,
E foi coisa inesperada,
Anunciado o cavaleiro,
Esperava-se o toureiro
Entrou uma bicicleta
E nela montado o Pereira
Com uma grande bebedeira,
E foi tal a cowboyada
Que a assistência maravilhada,
Aplaudiu a brincadeira.

e já chega de gozar;
Só te quero desejar
Um rocinante p'ra tourear
E felicidades sem par.

Do colega ALEXANDRE GALO



Que mais te posso desejar
Do que aquilo que desejo para mim?
Felicidades imensas, sem par,
E que a tua vida não tenha fim.

Um abraço do teu muito amigo TINO



Eis aqui um novo Regente
Cujo o seu principal defeito
É procurar impingir à gente
Que para fazer chá é preciso jeito.

Agora que já és formado
Só te quero a desejar
Que sejas Regente afamado
e felicidades sem par.

Do colega amigo HILÁRIO



Conhecem este Senhor
Que tem grande aspiração
A ser um grande Regente
E com grande distinção ?

No «KING» é um ás
Nos dados um primor
A cozinhar não fica atrás
Mas...o seu forte é o amor.

E agora para terminar
Só me resta desejar
Que depressa te vás empregar
Pr'ós «50 paus» me pagar.

Do teu grande amigo JOÃO RICARDO



Cabeça de estarola,
Bom camarada,
Nariz de ponta e mola,
Cara alegrada.

Como bom Neo-Lisboeta
É brincalhão
Fabrica sua careta...
Qual macaco-cão.

Dinheiro, amor e felicidade,
É que te desejo Estarola,
para que não esqueças a amizade
Do teu amigo SANTOLA.

Com um abraço do SERRA SANTOS



oriundo do Huambo
Um dia aqui chegou
«Agora» de face risonha
Disto gostou.

Guiou-me na Escola
E meu amigo se tornou
Eis-me agora a desejar-lhe
Felicidades na nova «vida» que encontrou.

Com um abraço do JOÃO PABLO



Depois de tanta canseira
este amigo da brincadeira
O seu curso irá findar
Ao saíres desta Escola,
Amigo Estarola,
Felicidades te vou desejar.

Do amigo CABILHA



Há um colega na escola
Que se chama Pereira
Alcunhou-se de «Estarola»
por sofrer da «mioleira».

É com simplicidade
Que estou a versejar
E é com sinceridade
O que te vou desejar.

Felicidade sem fim, deseja-te o amigo colega «ZÉ DOS CALOS»



Com cara de palhaço
E cabelo palha d'aço
Chegou a esta Escola
O bom amigo Estarola.

Que grande barracada
Ele dá na garraiada
Mas quem liga na bancada
Se ele tem certa pancada ?

Agora que vais partir
Só te quero desejar
Bons êxitos no porvir
E moça para casar.

Do amigo e colega ANTÓNIO MACEDO «Macau»



Eis que surge o estarola
À «Beatle» traz o cabelo
não regula bem da tola
E é feio como um camelo.

É doido por tomar chàs
Passa os dias a estudar
Mas gostava de estar atrás
Para poder copiar.

Já me foge a inspiração
Belos versos não sei fazer
Felicidades, desejo-te do coração
Te permita Deus, muitos anos viver.

Com um abraço do amigo sincero CASTRO SILVA «Nito-Califa»



Soam já as trombetas
É o ano a findar
Só tu provavelmente
Cá irás ficar.

Sempre foste pacato,
Calado, mas brincalhão
mas não serás tu
Um produto da geração.

Agora para findar
Só me resta desejar
Aquilo que tu queiras
Um dia alcançar.

Do amigo GALEANO VENTURA «Rocambole»


















 

 

0 Comentários.

There are no comments to this entry.

Post New Comment

No Smilies More Smilies »