Powered by Bravenet Bravenet Blog

WebMaster

journal photo

Subscribe to Journal

Saturday, June 13th 2009

3:57 AM

João Ricardo Ovídio Tavares «Testas»

 

A MEUS PAIS

a vós, meus queridos pais
Que tanto sofrestes!
Que tanto lutastes!
Que tanto e tudo me perdoaste!
Vós, a quem tanto devo,
Não quero, não devo,
Neste momento derradeiro
Deixar de dedicar
A minha eterna gratidão
O meu muito e muito obrigado.

Do filho amigo



Venha depressa a comida
Diz o Testas, esfomeado
Eu cá só tenho uma dúvida
Aguentará ele a pança com o ordenado?

Um forte abraço do colega e amigo ALBUQUERQUE



Testas, meu caro amigo,
Que que queres que te diga agora?
Que tenhas pela vida fora
A felicidade contigo.

Do colega e amigo PEREIRA GOMES «Estarola»



De «Testas« alcunhado
Este comilão inveterado
Com um narigão semelhante
À tromba de um elefante.

Pela estrada
que o destino te vai trilhar
Bolsa recheada
O «Cabilhas» te vai desejar.

MANUEL CERVEIRA DA SILVA



Testa grande e anarigado
Mãos ligeiras para lavar
Este Regente formado
É o Ricardo «trombudo» pata melhor falar.

Agora quero desejar
Que no futuro e no presente
Tenhas felicidades sem par
Na tua vida de Regente.

Do colega e amigo  HILÁRIO



Vi o testas arreliado,
Certa vez desapontado,
Pelo projecto fracassado.
Sonhava ir ao quintal,
P'ra isso cinco contos tinha
Sofreu uma decepção tal
Que por pouco não chorava.
Dizia então com ares de entendido
«Que o que mais o chateava
Era  o tipo ter mentido».

E agora para terminar
Dois conselhos te vou dar:
Dorme até tocar,
E come até fartar.

Do colega e amigo ALEXANDRE GALO



Ao dobrar uma esquina
Vê-se primeiro o nariz
Por isso, logo se diz,
Que vem aí o narigudo.

Já lhe chamaram proboscídeo
E com toda a razão,
Pois ele no refeitório
é um grande comilão!

Mais um novo Regente
Do Tchivinguiro vai sair.
só tenho a desejar
Felicidades no porvir.

Do amigo «Estica» CARLOS GOUVEIA MARTINS



Vou ver se sou capaz
De falar deste rapaz
Gordo, mas bom camarada
Que só bebe laranjada.

Ó Testas, e a Pacavira
Essa miúda tão gira
Que ao sorrir com certa graça
Teu coração despedaça?

Adeus, Testas e cuidado
Não esqueças o ditado:
«Só manduca quem trabuca
Aceita um abraço do Cuca»

RUI MANUEL



Pouco tem que se lhe diga
Este Regente testudo
Que confusão entre testa e barriga
Mas...isto ainda não é tudo.

Como ele não há nenhum
No que diz respeito a intestinos
Pois diz nunca ter dado um «Pum»
Enfim... destinos são destinos.

Agora para terminar
Boa sorte te vou desejar
Além duma linda morenaça
Isto já não falando da massa.

Um abraço do amigo RAÚL CHAVES



Pançudo tu és
Não o queiras negar
Mas para confirmar
Lá vou eu perguntar.

Diz cá amigo Bento
Se o Testas é pançudo?
Pois calro que é
É um grandessíssimo banhudo.

Se queres emagrecer
«Magrocal» deves tomar
Mas não vás desaparecer
do »Magrocal» abusar.

Com vês é bem simples
Tudo tem o seu uso
Agora até à vista
Meu grandessíssimo pançudo.

Do amigo GALIANO VENTURA «Paço d'Arcos»



Nesta Escola perdida
Passaste cinco anos adversos
É com um abraço de despedida
Que te dedico estes versos.

De «Testas» foi alcunhado
Este grande «pançudo«
Na vida não será um falhado
Pois sabe um pouco de tudo.

Quer ser Veterinário
P'ra tratar dos«coitados»
Tem que ir ao dicionário
Para termos adequados.

Amigo Ricardo desculpa
Se te ofendi de verdade
Porém não tenho culpa
Só te desejo felicidade.

Um abraço de despedida do colega amigo JOSÉ G. DE MATOS «Zé dos Calos»



P'ra começar
quero dizer-te
Que erraste na profissão
Eu, com uma testa assim
Ia para campo de aviação.

Rei do futebol
Não bebe briol
Não fuma nem b...fa
É sorna e marrão
Um bom compinchão
E bem gorduchão.

Outro curso ele vai tirar
Engenheiro ou doutor
Não precisar
Mas ó Testas
E avida militar?

Do teu grande amigo MICKEY



De Benguela fugindo,
Aqui veio parar,
Para o curso tirar,
E ei-lo já formado.

Regente este simpático,
Um dia assim o quis
Mas p'lo andar apático
Quem o vê não o diz.

Ovídio assim chamado,
O crânio calvo tem
Por tal é conhecido
Com testas também.

Com a bola jogando,
Oh!..nisso ele é um ás
Mas uma vez cursado
Em jogos nada faz.

E para terminar
Venho-te desejar
Na hora da partida
Com imensas saudades
Muitas felicidades
Na laboriosa vida.

Um saudoso abraço do amigo  FURTADO DE CARVALHO










 

 

0 Comentários.

There are no comments to this entry.

Post New Comment

No Smilies More Smilies »